terça-feira, 27 de setembro de 2011

Santo Sentimento II

II


Eu pedi à Santa Alegria
o que as virgens têm pedido.
Não foi casamento nem marido,
mas sim um par de olhos
para enxergar os partidos.
Pois a pureza não habita os íntegros,
que já são completos,
e da verdade vêm fugidos.



O Segundo poema da série "Santo Sentimento", que vou mostrando aos poucos. *_*

http://retratopranana.blogspot.com/2011/02/santo-sentimento-i.html

Um comentário:

  1. Parabéns pelo trabalho poeta!

    Você continua surpreendente.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Deixe sua alegria após o sinal, biiiiiiiip!